Utopía

UTOPÍA

Experiencia interactiva para bibliotecas
(Utopia - Experiência interativa para bibliotecas)
(2018-2019)


Em um mundo muito parecido ao nosso próprio, centros culturais, bibliotecas e outros espaços públicos vão sendo fechados para serem transformados em espaços lucrativos como shoppings, estacionamentos etc.

Em uma biblioteca, Horácio e Alícia, dois frequentadores bem diferentes entre si, deixam uma gravação na qual pedem a seus amigos (papel realizado pelo público) que sigam seus passos no esclarecimento de uma mensagem inquietante recebida por eles aparentemente da própria biblioteca: ela está em grave perigo frente ao fechamento imediato e pede ajuda a seus usuários. As pistas os levam a contatar uma organização chamada “A Internacional Utopista” e a empreender a busca por “O Livro”, que contém instruções de como salvar a biblioteca.

As pistas para serem seguidas são encontradas em uma série de textos da biblioteca e em vários objetos com os quais os amigos (participantes da obra / o público) encontram em seu caminho.
No transcorrer da obra, o público se vê interceptado por umas personagens misteriosas que deambulam pela biblioteca.
Algumas são integrantes da organização “Internacional Utopista”, outras são fiscais que querem fechar a biblioteca.

O caminho dos espectadores-participantes é uma viagem utópico-fantástica através do universo da biblioteca, seus livros e personagens.

“Utopia - experiência interativa para bibliotecas” é uma obra performática sonora interativa para um espaço não convencional. É realizada em bibliotecas e consiste em uma experiência para um grupo de 2 espectadores que ouvem por meio de fones de ouvido uma personagem ficcional que lhes dá instruções a seguir. Os espectadores são guiados por essa voz do áudio e vão descobrindo pistas em diferentes livros, ilustrações, objetos etc., além de se encontrarem com enigmáticas personagens na biblioteca.

Dirigido ao público jovem / adolescente e adulto.

Esta obra recebeu o “Prêmio à Criação e Produção Teatral Independente” (2017/2018), o 'Fondo Estímulo a la Actividad Teatral Cordobesa Featec' (2017/2018) e o “Subsídio para produção” do Instituto Nacional do Teatro (Argentina 2018)

Este espetáculo foi apresentado em:

- Festival de la Palabra / Biblioteca Mayor de la UNC Córdoba (Arg.) (Março 2019)
- 5° Festival de Estrenos / Biblioteca Popular Vélez Sarsfield, Córdoba (Arg.) (Novembro 2018)
- Biblioteca Popular Vélez Sarsfield, Córdoba (Arg.) (Outubro 2018)
- Biblioteca Municipal “Libro Abierto”, Villa Allende (Córdoba, Arg.) (Agosto 2018)
- Biblioteca Popular Vélez Sarsfield, Córdoba (Arg.). (Maio + Junho 2018)


FICHA TÉCNICA

Conceito, dramaturgia, direção e produção geral: Ariel Dávila + Christina Ruf (BiNeural-MonoKultur)
Em cena: Agostina Barborini + Fernando David Heguilen
Voz Alícia: Julieta Daga
Voz Horácio: Giovanni Quiroga
Outras voces: Agostina Barborini + Fernando David Heguilen
Música original e design sonoro: Guillermo Ceballos
Projeto e realização de equipamentos e objetos: Aníbal Arce
Projeto e realização de livros pop-up: Alex Appella
Design gráfico e design de livros e jornais: Natalia Rojo
Realização e intervenção de livros: Emilce Martínez
Realização de vídeo: Hernán Rossi
Design de vestuário: BiNeural-MonoKultur
Produção executiva / Difusão: Priscila Sansica

DAUER: 50 minutos (para cada grupo)